segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Corrente do Bem

Os pacotes caindo das mãos, os pés inchados de duas horas de calor no fretado lotado, cabelo preso pra cima cheirando a trânsito e a roupa toda puxada pra um lado. Entro no elevador do prédio depois de mais um dia gerenciando meu próprio chefe, me olho no espelho e penso: virei uma desperate housewife, sem o glamour. Por um segundo me sinto meio que um lixo de mulher.

Segundo, terceiro andar. Quarto. Uma mãe e sua filhota de no máximo 8 anos de idade entram. A menina abre um sorriso tão sincero que já valeria qualquer linha escrita: sem falsa boa-vizinhança, só um sorriso de identificação.

E, ao sair do elevador no sexto andar, me olha com uma expressão de quem está prestes a confessar alguma coisa e diz com aquela vozinha de criança:

"Menina, sabia que você é linda."

Assim, uma pergunta em forma de afirmação. Antes de eu poder dizer qualquer coisa, a mãe me pede desculpas (desculpas?) pela intromissão (intromissão?) da filha e sai.

Me olho de novo, respiro fundo, sétimo andar chegou, saio e abro a porta do apartamento, entro com os pacotes, pensando em como fazer uma surpresa gostosa pro Bonito. Sento.

Mentalmente, prometo parar de olhar só pra parte fácil da vida como uma criança. Difícil mesmo é diante de qualquer situação ou circunstância, simplesmente, se abrir. E gerar amor.

25 Comments:

Thaty said...

AIIII que liindo isso!
Foi muito, mas muito útil mesmo para o meu dia!

:***

Cris said...

Tenho notado em você, Thais , uma constante tentativa de auto-afirmação em relação a se declarar bonita. Isso está tão nítido em seus textos, sempre, que está se tornando apelativo, repetititvo e monótono.
Na boa...
Você se acha feia?
Terapia poderia te ajudar a ser melhor resolvida quanto a isso.
Pessoas que lêem blogs procuram acrescentar conhecimento, e você só tem demonstrado baixa auto-estima.
Pode até apagar este comentário. Mas é o que você tem me passado quando escreve.

Abraço

Cristina Rodriguez

Thaís SBA said...

Ai meu Deooozzz, Ai meu Deozzz!
Adoro textos assim, adoro situações assim!!!! É o que nos faz abrir os olhos para deixar entrar aquela frestinha de luz que passa despercebida entre nós na mesmice do dia a dia!
Menina, sabia que você é linda?

Sabia?
^^

Um beijo, te admiro muito!

Tha Basile said...

Cris, eu tenho mesmo uma auto-estima meio zuada e adoro elogios. Isso até pode refletir nos meus textos.

Mas se você está TÃO incomodada com isso, quem precisa mais de terapia é você.

Mesmo assim valeu o comentário, obbrigada pela visita.

Thais.

Victor said...

Vixe!!!

Treta virtual, joga um vírus na cara dela Tha!!!

auihuhahuahuahuhauhauha

Christian said...

Oi gatona.

Eu sou bastante suspeito para falar, mas constantemente falo que vc ja acorda linda.

Aí está a prova da veracidade dos meus elogios..rss

AMA

Tha Basile said...

ô Vi, a menina é tão zuada que lê todos os textos, mesmo sem "agregar conhecimento" pra ela. Isso é amorrr, não treta. hahahaha

E outra, eu falo sobre velhice, sobre sentimentos, sobre besteiras, sobre gordice, sobre o país, e ela fixou no lance da beleza. O que isso subliminarmente te diz? kkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo said...

Corrente do bem.
Se abrir diante de qualquer situação ou circunstancia.

Gerar amor.

Já era!

Tudo por causa de uma crítica?

Terapia nela!!!!!!!!!!!!

Ane Talita said...

Eu teria pulado em cima da criança e a beijado!!!

beijossss

Thaís SBA said...

Cris, gostosinha...se é tudo tão repetitivo e monótono pq vc volta? Vai ler coisa que ao seu ver é mais interessante entao.
e outra coisa, se a Thaís se acha bonita, feia ou foda-se o problema é exclusivamente dela, e a opinião ou auto-estima dela não vai melhorar ou piorar por causa de um comentário como o seu.
O espaço é nosso e aqui a gente escreve o que bem entender, críticas em relação ao texto tudo bem mas em relação a vida pessoal de quem escreve e os motivos que nos levam a escrever é problema exclusivamente nosso...
E acredito que quem é mal resolvida é você, deve ser no mínimo uma psicóloga frustrada. Falando nisso, por que você não começa a cobrar por "conselhos" de auto ajuda nos blogs? Rende uma grana hein, principalmente pra mim que sou uma perturbada!!!! hahahaha

Thaís SBA said...

Ah outra coisa, reparem nisso aqui que nossa amiga Cris escreveu..."pessoas que lêem blog costumam acrescentar conhecimento".
Sério? Não sabia que leitores acrescentavam conhecimento, achei que quem escrevia nos blogs é que procurava acrescentar conhecimento, aliás, também seria uma coisa bem relativa, porque até onde eu sei nem todos os Blogs são voltados pra conteúdos referentes a isso, e eu também não sei o tipo de "conhecimento" que vc está falando. Que eu saiba as pessoas criam blogs porque querem, escrevem o que querem (inclusive desabafos, críticas e observações cotidianas) e lê também quem quer.

Agora, se você não busca apenas conhecimento, mas também diversão, reflexão ou se você apenas gosta de ler, pode voltar ao Blog sempre que quiser, que te receberemos de braços abertos (hahaha)para que você nos prestigie com suas críticas tão construtivas e úteis =D

Agora, se você anda tão na sede de conhecimento, vou ser legal com você e te dar duas dicas de site:
www.wikipedia.com
www.larousse.com.br

Um grande beijo Cris, volte sempre! ^^

Cris said...

Não pensei que meu comentário causaria tanto frisson. Desculpe, Thais.

Sinto muito se me expressei rudemente.

Não sou psicóloga, sou jornalista.
Mas já fiz terapia e recomendo.

Leio muito, pois procuro acrescentar conhecimento a mim mesma.

Continuarei lendo o blog de vocês, pois o conheci através do blônicas, com o texto da Thaty.
Curto muito o jeito dela escrever.

Nunca sei direito quando é a vez dela postar, então...

Desculpe o comentário.

Muita paz para vocês.

Thaís SBA said...

Opaaaaa falei que ela ia voltar hahahaha!
Relaxa, amiga...volte sempre que quiser...a Thaty vai ficar feliz, e eu e a Thá também...aposto!

Thaty said...

Viu? Eu sou o centro da paz desse blog!
HAUHAUHAUHAUHAUAUHAUHAUA

:* BEIJO LINDAS

Juuuuuh said...

Olá Thaty e Cia... fico feliz que tenham gostado de ver seu trabalho em meu espaço... admiro muito quem tem o dom da palavra e vcs tem...
Parabens pelo blog.

Já estão na minha lista de favoritos.

Beijos no coração!
Namastê

Déh said...

"Difícil mesmo é diante de qualquer situação ou circunstância, simplesmente, se abrir. E gerar amor."

carambaaaa!!!!

Thais said...

Eu adorei o texto, todo mundo tem dias em que acorda se achando feia, a terapia da cris deve ser passar na frente de uma construção, deve funcionar para algumas pessoas..

Thais said...

ha...mas não era isso que eu ia comentar, eu ia falar que crianças são lindas e a sinceridade delas devia servir de exemplo para todos.

Gisele Bündchen said...

Powllll!
Não precisa nem explicação de Freud.
O bofe dela é mór gatinho. E ela feinha.
Ela tem medo de perder, então fica se auto-afirmando.
Tá mais na cara que o narigão com plástica dela.

Ana Carolina Amaral said...

Esse blog é um achado, espero que algum editor-chefe também o descubra...e é incrível como tentamos não pensar como crianças, para depois nos encantar com a pureza e liberdade de seus pensamentos.Lindo texto!

Mane -iac Girl said...

Na época eu dei a sorte de encontrar o seu texto e ter me identificado tanto com o momento em que estava passando.Eu que tenho de agradecer :)
Bjuss

Thaís SBA said...

Aí o suas palhaças! Vcs tão confundindo as Thaíses.
A Thaís Basile não tem nada a ver com a revolta de vocês.
Acho melhor vocês relerem os textos e saber quem que escreve o que pra depois criticar e encher o saco!!!!

Alline said...

Que bosta este texto.
Que bosta esta outra se intrometendo na crítica que a garota fez ao texto.
Que bosta.

Este blog virou um belo barraco.

Mulher do Padeiro said...

Opa, é sempre bom saber que existe vida inteligente dentro da pesquisa de mercado, hahaha... adorei!!! Beijo!!

Mulher do Padeiro said...
Este comentário foi removido pelo autor.