domingo, 29 de junho de 2008

Pra você viver mais

Hoje, sentada naquela cadeira dura, branca e fria que você já sentou milhões de vezes, eu senti que tive um daqueles momentos. Pra guardar, pra intuir, pra sempre. Não porque seja um momento formal, algum clichê, trecho de livro importante ou grande evento de qualquer coisa. Mas porque trouxe algo que você sabe que vai ficar contigo a vida inteira. Enquanto pro resto dos mortais significou só algum tempo de um dia dentre tantos outros dias.

Hoje virou o jogo do tempo e da vida dentro da minha alma de criança.

Hoje, você sentiu dor. Você, que nunca sente dor, muito menos consente que alguém atue no seu papel. Hoje eu pude visualizar você em suas longas noites de preocupação enquanto eu só me importava com algum menino da escola ou em parecer bonita. Hoje eu pude ver você pedindo pra Deus não deixar acontecer nada comigo. Hoje eu pude voltar ao passado e entender porque você nunca deixava de saber onde eu estava, com quem eu estava, porque eu estava e quando estaria.

Você sempre quis meu bem. Mas não é só isso. É muito além disso. É o que impede de deixar livre pro acaso fazer seu trabalho. É o medo de perder pra vida.

Hoje, eu entendi porquê em tantas outras situações piores, eu ainda não havia me sentido dessa maneira. Porque antes, você estava no controle. Mesmo sofrendo. E eu, eu achava que você era o super-herói que pensava que sabia tudo em sua eterna teimosia. E eu caía nessa como uma criança rebelde manipulada.

Hoje, você me causou um nó ao te ver sentir dor e eu me preocupei. Porque eu continuo sendo uma criança, mas eu não sou mais rebelde. E então eu me permití ser você.

Hoje, eu quis que você vivesse mais noventa anos, pra eu poder te dar tudo o que você me deu. Meu instinto diz que ainda seria pouco. Mas o medo de perder pra vida faz a gente virar mãe e esquecer de ser filha.

14 Comments:

O Profeta said...

Hoje o Mar adormeceu na Aurora
O dia desponta em doce calmaria
Um barco cede ao embalo do vento
Uma gaivota na escarpa o ninho vigia

Hoje o Sol pintou de luz o verde
As hortênsias são nuvens na terra
Plantadas por um deus romântico
No sortilégio que esta ilha encerra


Boa semana



Mágico beijo

Thaís SBA said...

Powtz...
Deu até um aperto no peito agora.
A frase final fechou com chave de ouro.
Perfeito...

bel sant anna said...

caraca!que texto existencial!
mas gostei muito!

Thais said...

Muito lindo!! parabéns!!

Christian said...

Muito bom, gatina. E estaremos sempre juntos la, sendo filhos e pais ao mesmo tempo! AMA

Victor said...

Se não fossem os momentos da vida, o que seria da gente né.


O título do texto me lembrou uma música do Pato Fu... não que eu seja super fã de Pato Fu, mas minha memória musical é aguçada!

"...Faz um tempo que eu quis
Fazer uma canção
Pra você viver mais

Uuuuh... uuuhhh... uuuuhh..."

Beijo!

Tha Basile said...

Era uma canção pro pai dela, Vi. Foi de propósito.
:)

Lari Nakao said...

Lindo, tocante, emocionante!

Lí said...

pai? coisa linda.

Vampira said...

É...acho que a semana é de sentimentos intensos....postei semelhante tamabém...

Tocante !

doces mordidas

Mary West said...

Os desejos de hoje nunca se realizam na hora, mas a boa notícia é que um dia eles serão fielmente compridos.

Thaty said...

Ain, que pontada no coracao, vc esta bem?? Beijiiinhos com gostinho de clima europeu...

ps: acho que vou postar daqui mesmo, ja estou pensando num texto... me aguardem ;)

Maldito said...

Que aperto esse texto,...que sufoco o enfoque,...

eu adoro,...

Bjs

Daniel said...

Adorei o nome do Blog. Hahahaha
Beijo de Londres
Daniel
www.sembolso.blogspot.com