quinta-feira, 5 de junho de 2008

Verdades que ninguém escreve num blog por medo de parecer preconceituoso / FODA-SE!

Me desculpem...ou melhor, desculpem uma vírgula, se eu tivesse arrependida nem ia postar.
Hoje resolvi espalhar a maldade (como diz um amigo meu). E lembrem-se, neste texto trato sobre pessoas específicas. O texto está arrogante, podre e nojento, portanto se é pra ser politicamente correto no dia de hoje, melhor nem ler. Não escrevi nada que nenhum de vocês já não deve ter pensado algum dia.

-------------------------------------------

Sim, hoje eu vou dar uma de adolescente revoltada e falar sobre coisas que realmente me irritam, e ultimamente vem me irritando ainda mais. Mas não pensem que eu fico irritada de perder a paciência. Eu não a perco, apenas acho engraçado certos tipos de coisas.
Coisas que me irritam:

Ontem eu estava no metrô com a Fron, fomos descer na Sé. Quando chegou e a porta se abriu, como se não bastassem centenas de pessoas se acumularem na porta, uma mulher gigantescamente gorda simplesmente brotou na minha frente. Quando me vi, estava nadando em suas banhas tentando passar para o outro lado. E o jumento fêmea sem se mover e ainda achando ruim! Achando ruim o que, filha? Só se for sua textura oleosa de ovo cru.

Porra! Quer ser gorda seja, mas tem que resolver ser gorda justo na minha frente???? Isso me irrita. Realmente me irrita. E eu realmente estou começando a achar que pessoas são gordas porque querem. Tudo bem, certas pessoas tem doenças e tal, mas algumas simplesmente sabem que se assemelham à balões de banha e ainda assim comem feito porcos famintos e selvagens. E aí resolvem atrapalhar a passagem dos outros.

Outra coisa que me irrita: moços bons com camisa, cinto caramelo e sapatos. São aqueles caras "bonzinhos" sabe? Que são feios que dá até dó, e TODA VEZ que contam uma piada, antes que você comece a rir eles já estão rindo e...suando!!!!! Eu não sei que tipo de reação faz com que eles suem toda vez que dão risada!!! E aí sabe o que eles fazem? Enfiam simplesmente a cara deles na sua frente para ver se você também está rindo! E SEMPRE eles tem um bigodinho esdrúxulo por fazer. E SEMPRE são crentes e sonham em "tocar um rebanho". Meu Deus! Perdoe, mas eu realmente não posso com isso.

Hoje enquanto estávamos no Ibirapuera vinha em nossa direção uma mulher extremamente gorda de saia indiana e...blusinha!!!!! Olhei aquilo e deixei escapar um: "E tá chegando a mãe de santo." A mulher não ouviu, claro, eu não falei num tom tão audível assim senão ela iria me tragar com seu sebos, mas a Fron nese instante disse que eu era crítica demais! Meu Deus! Eu não sou crítica demais! Eu apenas cito a realidade! Na quarta feira na hora do almoço me disseram que eu pareço um desenho animado!!!! Quer dizer, as pessoas podem dizer que eu pareço um desenho animado mas eu não posso dizer que uma mulher assemelhando-se à um globo fashion se pareça uma mãe de santo!!!!

Não sou crítica! A diferença entre eu e as outras pessoas é que as outras pessoas olham, pensam e guardam pra si suas conclusões. Caramba! Uma mulher sai na rua daquele jeito e não quer que olhem pra ele e se lembrem do carnaval? No mínimo ela estava pedindo pra ser um ponto turístico. E não é pra menos, ela estava no lugar certo, bem faz ela, não é mesmo?

Que mais me irrita? Ah! Ontem uma coisa que me irritou dantescamente. Parei num camelô que estava vendendo zilhões de chapéus. Vi um preto e gostei dele (um chapéu preto, tá), então perguntei à Fron: "Será que vai pegar mal eu usar um destes?", afinal, aquilo era coisa bem de macho. Aí neste mesmo instante um palhaço que estava atrás da barraquinha com a mulher que vende os chapéus olhou pra mim, começou a rir e cochichou com ela.
Tava rindo do que, palhaço? Se olhou no espelho e não aguentou sua máscara de cú? Enfia a sua risada no CÚ! Um dia eu estarei em Hollywood fazendo filmes e ganhando milhões, aliás, não vamos pensar baixo, ganhando BILHÕES e você será um reles vendedor de chapéu, seu bostinha. E aí eu vou lembrar de você (mentira, eu nem lembrarei que você existe), passarei na sua frente com o meu super carro caríssimo e te chamarei. Aí perguntarei: Me fala uma coisa, garoto...você continua vendendo chapéus não é mesmo? Ah tudo bem, era só isso que eu queria saber!!!!
Eu APOSTO, garoto, que o lugar mais longe onde você esteve foi Embu das Artes, e olhe lá. Por que não ri da sua mãe, aquela baleia prenha?

Outra coisa que me irrita!!! Você acaba de passar num lugar e tem uma cultura de homens no pior sentido do termo e que falam em seguida: Prazer, meu nome é fulano! Casa, comida e roupa lavada!
A vontade que dá é virar e dizer com voz grossa: Prazer, Celso.
Mas eu não convenço como Celso. Talvez se eu mudasse de nome, mas minha cara é muito delicadinha pra passar por transsex.
Hahahaha! Filho, eu quero que você enfie a sua casa, comida e roupa lavada sabe onde né? Só não sei se vai caber.

Mas ainda tem algo que me irrita mais e mais do que isso: orientais em bando! (Thaty meu amor, pelo amor de Deus nada contra você hein, estes são casos específicos de pessoas que realmente conheci!) TODOS rindo ao melhor estilo "hihihihi" perfurando o tímpano alheio e deslizando pelo chão como se fossem fantasmas no vibra call. Vocês já perceberam como orientais vibram? Vibram pra tudo. Começam a rir, vibram. Começam a falar, vibram. Só falta desenvolverem um botão para personalizarmos os toques.
Eles andam todos juntos, unidos como macarrões passados do ponto e sempre, sempre rindo. Não sei do que tanto riem. Não existe tantos motivos pra rir nesse mundo. Minha vontade é soltar uma bomba de gás lacrimogênio perto deles pra ver se expressão muda pelo menos uma vez.
Acho que é por isso que não tem quase ator japonês. A expressão ia ser absolutamente SEMPRE a mesma. Eles viveriam rindo.
"Takeda! Agora a sua mãe morreu de câncer e sem um pedaço do rosto, você tem que chorar desesperado sobre seu caixão! Beleza? Valendo! Cena 1, Take 1":
Takeda: Hihihihihi!

NÃO IA DAR!!!!!!!!!!!!!!!!!


Bom...ainda mais do que tudo isso junto existe realmente algo que me faz querer sumir: Posers com piercings (muitos piercings), lápis escurão no olho e tatuagem para provarem que são revoltadinhos e tem personalidade. Eles vivem, todos eles, descrevendo-se no orkut como pessoas perigosinhas e anti-sociais, e ainda mais, deixam claro como um peido que você precisa batalhar mooooiiito por sua amizade! Filho, por que eu ia querer batalhar por sua amizade? Por que eu ia querer ser amigo de um amontoado de metal ao maior estilo cara-de-cú? Deixam ainda mais claro que você não vai gostar deles, porque eles são insuportáveis, mas esses patetas provavelmente devem tentar se cortar com gilete todos os dias porque ninguém gosta deles.
E aí eles vivem com raiva do mundo, vivem com raiva das pessoas, vivem com raiva da alegria dos outros, vivem com raiva de gente que é feliz, só porque eles não são. Hipocrisia ridícula só para mascarar a raiva que sentem deles mesmos.

Parecem eternos adolescentes mimadinhos que odeiam o mundo porque...porque...bom, não tem um motivo, eles odeiam tudo sem motivo mesmo. Mas vivem alegando que o mundo é uma bosta, que as pessoas são falsas, cretinas e mentirosas...
Sim, elas são mesmo, e eu vou sair por aí furando minha cara e me tatuando só por causa disso?

Ou eu vivo como um bicho grilo no meu quarto batendo siririca e ouvindo heavy metal louvando a minha idiotisse e minha cara de cú em homenagem ao "mundo hipócrita" em que vivo, ou mando tudo à merda, saio pra rua e vou ser feliz ao meu jeito.
Todo mundo é o que quer ser! Você escolhe se quer viver feliz ou triste, tem até antidepressivo pra isso.
Alguém só é revoltado e estúpido porque quer.

Ohhh! O mundo! A sociedade! A hipocrisia...ooohhh!!!! Ah vai se foder!

Bom então você realmente vai passar a vida toda se lamentando e não vai viver. Gente assim não vive, gente assim tá morta por dentro. E isso me irrita porque a vida é feita pra viver e não pra se lamentar. Então pare de choramingar no seu quarto com seus piercings ridículos, sua siririca / punheta, abra um sorriso e vá fazer alg de útil.

Ah vai tomar no cú. Não tenho paciência não.

Outra coisa que me tira do sério...mulheres narigudas com cabelo liso escorrido, descolorido e chapinha e com óculos escuro e brincão, e com mais gengiva do que dente! Filha, tá querendo chamar a atenção pra que? Seu nariz já faz isso por você, e se ponha no seu lugar amor, não vem passar na minha frente se sentido auto-suficiente e segura de si mesma porque você não é. Olhe para seu nariz! Quer segurança ele te dá? De que você jamais terá falta de ar? E ainda passam bebendo coca-cola com canudinho e beição. Tá querendo o que, filha? Ser sexy? No mínimo você deveria comprar uma cara nova, o que é completamente viável nos dias de hoje, pois hoje já é possível comprar bundas, peitos, olhos, cabelos...e ainda pode dividir tudo no cartão.

Olha não é por nada, mas eu REALMENTE não suporto gente feia que se acha, não gosto. Meu você é feio, beleza, nada contra mesmo, o mundo está lotado de pessoas feias e eu às vezes também não estou nos meus melhores dias de beleza, mas não venha desfilar como se fosse uma Heidi Klum, fica feio! É que nem pobre que paga de rico. Tem coisa mais feia do que uma pobre que só usa havaiana e fica comentando sobre as jóias da Vivara como se fosse cliente assídua? Filha! A Vivara não é a sua realidade! Não é nem a minha que não uso havaiana tanto quanto você, quanto mais a sua! Aliás, mesmo que eu fosse zilionária eu não compraria as coisas escrotas da vivara. Um anelzinho de merda com uma pedrinha que mais parece uma ramelinha de poodle, por apenas 3 vezes de 3.500 reais!
Mas só um tremendo imbecil pra comprar isso. Usa a merda da sua grana pra doação, pra montar uma ONG sei lá, mas gastar os tubos numa merdinha de anel? Muito pra minha cabeça.

Ricos também me irritam com suasmanias de rico. Esse lance de que rico tem que ter classe me enoja. E existe quem pensa que não existe. Rico com cara de cú!
Às vezes tenho a impressão de que rico vive com cara de cú e acha tudo um absurdo. Acha tudo feio e vivem julgando pessoas que "se prestam a esse papel."

Tudo bem eu também acho que pessoas não deviam se prestar a certos papéis mas não fico com essa cara de cú-de-rico quando penso sobre isso. No mínimo dou uma risada e está tudo certo, sem traumas, sem problemas.

Outra coisa. Tem uma loja Leporello lá no shopping Boulevard que tem umas blusinhas legais, mas muito caras. Sempre que simplesmente "ameaço" parar na frente de uma vitrine para ver, uma vendedora se teletransporta sabe-se lá de onde para minha frente, me chamando de "amiga", como se eu tivesse nascido ao lado dela no berçário e até 2008 desenvolvêssemos uma amizade fraternal de cumplicidade.

"Vamos entrar pra dar uma olhadinha, amiga?"

Se é pra entrar pra dar uma olhadinha pra que tem vitrine nesta merda? Pra dar uma olhadinha eu fico do lado de fora e SE eu quiser entrar eu simplesmente me locomovo porta adentro sem nenhuma chata inconveniente e super descolada vendedora com gliter nos olhos me encher o saco.

UM: Eu não sou sua amiga
DOIS: Se eu quiser comprar eu entro na loja por conta própria sem você me arrastar.
TRÊS: Se eu disser que não vou comprar porque está caro enquanto você perde o seu tempo insistindo, é porque eu realmente acho que está caro e não vou dividir em 2638729302 vezes no cartão, conforme você me explicou sem eu ter perguntado.

Preconceituosa, chata e insuportável...sim! Tirei o dia pra expor essas verdades. o Blog também é meu, as opiniões são minhas e eu corto um dedo e como se ninguém nunca deu uma de preconceituoso e guardou pra si mesmo.

...Eca...tô um nojo hoje, realmente!

11 Comments:

Thaty said...

:O Larga a arma, Tha! Vamos sentar e conversar!

HAUHAUAHUAHUHUHAUHAUHUAHAUAA

Tha Basile said...

TO MIMIJANDO NAS CALÇAS!
HAHAHAHAHAHAHAH

Victor said...

"globo fashion mãe de santo"
"takeda: hihihih"
"pare de choramingar no seu quarto com seus piercings ridículos, sua siririca / punheta, abra um sorriso e vá fazer alg de útil."


GE-NI-AL!

Parabéns!
AUHHUAUHUHAUAHUAHAHHA

Anônimo said...

essa foi trash, vc pode mais que isso hein.....

Thais said...

Já comentei esse, não quero comentar de novo hahahahaha

te amo thataaaaa to com saudade extrema!!!! não qd vc surta assim....

Xamã said...

Caralho, vc odeia muita coisa heim!?

vou te levar pra dar um passeio na Liberdade pra ver se vc esfria a cabeça... ou podemos ir num Orkontro de "Sou uma peneira ou Sou um Gibi" ou ainda no Bras, curtir umas gordinhas suadas!!

Bjo Thais

DDC said...

Bom, concordo com os revoltadinhos o resto prefiro deixar três pontinhos como comentário =P

Eduardo said...

Huahauahuahaauahau..
Vc deveria virar comediante de algum programa "pastelão", tipo Zorra Total! Com seu talento anto, eu mijaria de rir todo sábado, na net tenho preguiça de ler textos muito grandes, mas li o seu engraçadissimo!
Bjão figura!

Persona said...

Eu odeio a inclusão digital... pronto, tava aqui ó... falei.

Paulo Basile said...

Praticamente uma versão feminina do "To Puto", do Terça Insana, misturado com "Tolerância Zero", do Zorra Total. Hilário! Minha irmã Thais tá em boa companhia aqui no blog.

ps: destilarei meu veneno tbm - Leporello, com aquele cartaz-propaganda de cinco neguinho com cara de pagodeiro e cinco-tchutchucas do funk ninguéeeeeeem merece. "blusinhas bonitas", essa não consegui engolir rs.

Anônimo said...

Quaaase morro de riiir!
Exceleeenteee!
soaksoaksokasasoaks